Durante o recebimento desta denúncia, e o vazamento do pedido de prisão preventiva, um vídeo aparentemente recente circula das redes sociais, onde as gêmeas (agora morenas), fazem pouco caso da repercussão dos fatos, dançando funk com a seguinte legenda: ‘Preocupada.’

Fotos “printadas” dos aplicativos Facebook e WhatsApp, mostram que Samara Silva Pinheiro, de 19 anos, mais conhecida como Samara Pavanelly, estava sendo procurada desde outubro de 2018, quando, de acordo com as fotos onde constam as informações, teria colidido na traseira de um outro veículo após dirigir o carro se de um amigo, estando supostamente embriagada.

Denúncia

Nas imagens, a mulher que fez a denúncia no Facebook para tentar encontrar Samara, explica que a jovem bateu “na bunda” do carro de seu cunhado, e em letras garrafais afirma que Samara estava BÊBADA. Ela explica ainda que Pavanelly teria pago a quantia de R$ 1 mil reais e desaparecido, faltando pagar o restante que seria R$ 4 mil reais, uma vez que o prejuízo causado por Samara totalizava o valor de R$ 5 mil. Também é possível ver em um print de WhatsApp, a data do dia 10 de outubro e que o nome de Samara estava armazenado como “Samara – Batedora de carro.”

Prisão preventiva

A jovem conhecida como uma das gêmeas ruivas, ficou em evidência após se envolver em um conflito de grande repercussão, ao arrancar com uma mordida 80% do lábio inferior da funcionária pública Bianca Figueiredo, de 35 anos. 

Na última segunda-feira (25), vazou a informação de que a delegada responsável pelo caso Alynne Lima, do 16º Distrito Integrado de Polícia (DIP), pediu a prisão preventiva da moça, que já confessou ter causado a lesão alegando legítima defesa. 

Tô nem aí

Enquanto as notícias estampavam as manchetes do jornais, um novo vídeo supostamente com as gêmeas, agora morenas, mostram que de acordo com o bordão de Camila Pavanelly, ‘não estão nem aí.’ Enquanto rebolam, aparece a legenda ‘Preocupada’, debochando da situação. 

O vídeo foi publicado em uma conta do Instagram, entitulada “ Treta das blogueiras am oficial”, e de acordo com informações foi extraído do status de WhatsApp da irmã gêmea de Samara.

Histórico das gêmeas 

Um histórico assombra o passado das jovens, que vêm sendo apoiadas por alguns nas redes sociais e odiadas por outros, visto  que, além de Samara já ter sido procurada por envolvimento em acidente de carro no ano de 2018, Camila já teve um vídeo divulgado também no mesmo ano, onde agredia uma outra moça em um banheiro de uma boate de Manaus.

O portal A Repórter procurou novamente uma das gêmeas para esclarecimento dos fatos, mas até o momento não houve manifestações das partes.

Links relacionados 

Urgente! Prisão preventiva de Samara Pavanelly poderá ser decretada a qualquer momento

Jovem que perdeu parte dos lábios durante briga, agradece o apoio através de vídeo

Advogado da funcionária pública Bianca Figueiredo, que teve lábio inferior arrancado por Samara Pinheiro, releva detalhes sobre agressão

Camila Pavanelly esclarece sua versão dos fatos e declara que a autora da mordida foi irmã gêmea. Vídeo mostra a fúria da ruiva durante briga

Vítima que teve lábios arrancado por ex-amiga permanece hospitalizada. Imagem forte