Sem poder falar e com curativo, a funcionária pública recebeu na boca um transplante de um músculo da coxa. Segundo médico, ela pode perder os movimentos do lábio inferior.

Na manhã desta sexta-feira (22), a TV A Crítica divulgou com exclusividade um vídeo de Bianca Figueiredo, a funcionária pública de 35 anos que perdeu 80% do lábio inferior por uma mordida humana após uma briga no dia 14 de fevereiro.

Sem poder falar e ainda com curativo na boca por conta da cirurgia de reconstrução labial, a mulher usou um pincel e uma pequena lousa branca para escrever uma mensagem de agradecimento. “Obrigado à todos que me enviaram mensagens de carinho! De extrema importância propagar o amor nesses tempos de tanto ódio! Não à violência!!!”, disse a funcionária pública.

Transplante e perda de movimentos

O cirurgião plástico e microcirugião Gustavo Cabrera, que realizou a cirurgia de reconstrução labial da jovem, afirmou que ela perdeu 80% do lábio inferior, sendo necessário realizar um transplante de um músculo da coxa. A paciente permanece internada em uma unidade de saúde de Manaus. As informações do médico cirurgião também foram repassadas pela TV A Crítica.

“Houve uma perda de 80% do lábio inferior. Isso nos obrigou a realizar um transplante de um músculo da coxa, chamado grácil. A gente transportou esse músculo com artérias e veias para manter o fluxo de sangue e o nervo fazer uma inervação deste músculo. O músculo foi fixado na área de perda de lábio por meio de um microscópio cirúrgico. Utilizamos a anastomose, para coabitação dessas estruturas dos músculos, com as estruturas face. Isso permite que a paciente tenha uma função desse músculo, o que permite ela se alimentar, sem perder líquidos ou alimentos pela boca”, explicou o médico.

O cirurgião plástico destaca que a funcionária pública permanece internada com o uso de antibióticos. Na próxima terça-feira (26), ela vai passar por outra cirurgia, a última etapa da reconstrução labial. “Vamos injetar pele, que é a etapa final da reconstrução. Após isso, provavelmente, cinco dias depois ela deve ter alta. Ela está evoluindo bem e sem dor”, conta.

O médico ressalta ainda que a inervação só mostrará resultados depois de dois meses e que o processo de cicatrização deve durar por volta de um ano. “Quanto a evolução dessa inervação só vamos ter resultados daqui a alguns meses, porque ela deve começar a mostrar função no lábio. Ao fim de um ano, vamos ter certeza se houve a retração da cicatriz, perda de volume ou se precisa diminuir o volume deste músculo. O risco de sequelas seria ela não ter movimento nesse músculo e perder a função dos lábios, na continência do alimento, mas como houve inervação provavelmente daqui uns dois meses deve ter já resposta essa ação”, completou.

Fonte: Portal A Crítica 

Links relacionados

Advogado da funcionária pública Bianca Figueiredo, que teve lábio inferior arrancado por Samara Pinheiro, releva detalhes sobre agressão

Camila Pavanelly esclarece sua versão dos fatos e declara que a autora da mordida foi irmã gêmea. Vídeo mostra a fúria da ruiva durante briga

Vítima que teve lábios arrancado por ex-amiga permanece hospitalizada. Imagem forte