O governador Wilson Lima autorizou ajuste no Projeto de Lei que trata da destinação de parcela do Fundo de Fomento ao Turismo, Infraestrutura, Serviços e Interiorização do Desenvolvimento do Amazonas (FTI) para a área da saúde, conforme acordo fechado nesta terça-feira (26/02) com prefeitos do interior e deputados estaduais.

Durante reunião na sede do Governo, no bairro Compensa II, zona oeste de Manaus, ficou acordado que subirá de 15% para 20% o percentual destinado aos municípios do montante de cerca de R$ 350 milhões do FTI realocados para despesas da saúde. 

A proposta inicial previa que o percentual seria destinado somente aos municípios com gestão plena da saúde. Agora a proposta contempla todos os 61 municípios do interior. A votação do PL está prevista para esta quarta-feira, dia 27, na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam).

Participaram da reunião o presidente da Associação Amazonense dos Municípios e prefeito de Autazes, Andreson Cavalcante, o prefeito de Envira, Ivon Rates, o prefeito de Nova Olinda do Norte, Adenilson Reis, e o prefeito de Maués, Junior Leite, além do presidente e da vice-presidente da Aleam, Josu6e Neto e Alessandra Campelo, os deputados Ricardo Nicolau e Carlos Bessa e as deputadas Joana Darc e Mayara Pinheiro.

“Eu deixei bem claro para os prefeitos, que nenhum município será prejudicado. Nós fizemos um um ajuste na mensagem encaminhada ao legislativo e, ao invés de 15% os investimentos no interior serão de 20%. E todos vão receber parte dos recursos, de acordo com a população de cada um. A gente tem feito todos os esforços para melhorar a saúde na capital e no interior. E eu tenho certeza de que prefeitos e deputados já entenderam isso”, ressaltou o governador.

Prefeitos pressionam deputados para votar contra projeto de Wilson Lima que visa cobrir o rombo na saúde pública