Após anos de condenação, o ex-ator agora lidera cultos evangélicos e revolta a web.

Após assassinar brutalmente e por motivo torpe a filha da roteirista Glória Perez em 28 de dezembro de 1992, Guilherme de Pádua se tornou pastor na capital mineira.

Atualmente casado, o ex-ator assassino realizou no último fim de semana uma cerimônia como líder evangélico. A informação ganhou força nas redes sociais, após a sua mulher divulgar o evento publicamente, e com muitos usuários indignados com a atitude.

Há 15 anos, Guilherme de Pádua virou religioso e se vangloria por ter mudado a vida de outros presidiários por conta das suas pregações.

Ex-jogador de futebol é acusado de matar e esquartejar a irmã para ficar com herança

Morador de rua é preso no por estuprar cadela

Jane se emociona ao contar detalhes do relacionamento e relembrar o dia da agressão