Fonte: site Metropolitana
Poderia ter sido fatal”, desabafou neste domingo (30/06/2019) o prefeito de Osasco, Rogério Lins (Podemos), após a explosão de uma fogueira durante festa junina na cidade, na última sexta-feira (29). Ele e a mulher, Aline, tiveram queimaduras graves de 1º e 2º graus em 14% do rosto e braços. “Foi uma fração de segundos, uma forte explosão”, falou Rogério em declaração filmada pela assessoria de imprensa da Prefeitura de Osasco a pedido do site G1. O casal está internado em estado estável no Hospital Municipal Antônio Giglio, em Osasco.

O prefeito revelou também que, no caminho para a festa, as filhas – de 10 e 5 anos – pediram para acender com ele a fogueira. Rogério Lins conta que perdeu os sentidos com a explosão e só acordou na ambulância. Quando recobrou a consciência, o prefeito afirmou que imediatamente pensou na conversa com as meninas.
Eu me lembro de, juntamente com minha esposa, receber uma tocha em mãos, de uma pessoa nos direcionar até a fogueira e nos mostrar o local no qual nós deveríamos acendê-la”, contou o prefeito.

“O médico falou que tínhamos sido fruto de um grande milagre. Primeiro, por não termos ficados cegos. Segundo, por não ter inalado aquela chama com alta caloria, que também poderia ter sido fatal. E isso também não aconteceu”, disse o prefeito. “Quero agradecer muito a forma como fomos atendidos, agradecer a Deus que nos deu esse grande livramento.”