Com misturas de etnias, caras e cores, unindo história e tecnologia, o Museu da Cidade de Manaus está com tudo pronto para abrir as portas para o público no aniversário de 349 anos da cidade, na próxima quarta-feira, 24/10. O museu, localizado no coração do Centro Histórico, no Paço da Liberdade, resgata a identidade do povo manauara, contando a história de Manaus e seus mais de 10 mil anos de cultura ancestral.

O prefeito Arthur Virgílio Neto destacou que o novo museu vai ser uma atração interessante e interativa para todos que quiserem conhecer ainda mais a história da capital amazonense. “É bom para o turismo, para a cultura, é bom para as crianças e para os adultos. É uma lembrança que se faz imemorialmente das histórias contadas pelos nossos bisavós e trisavós. Tenho certeza de que os brasileiros e estrangeiros que vierem conhecer esse palácio bonito vão se encantar com a história de Manaus, contada por meio de um museu totalmente digitalizado”, comentou.

E a identidade do povo manauara vai ser contada pelas mãos, olhar e ideias de Marcello Dantas, produtor e diretor artístico que assina a exposição permanente “A Cidade de Manaus: História, Gente e Cultura”. Um dos mais importantes curadores do país, tendo participado de respeitados projetos de museus no Brasil e no mundo, Dantas adiantou que o público que for ao museu vai poder interagir com a história por meio da tecnologia.

“O público vai descobrir uma nova maneira de olhar para essa cidade, fruto de diversidade natural, biológica, humana. Diversidade de fluxo migratórios, de camada de tempo, de arqueologia. Tudo isso estará no Museu de Manaus, de uma maneira lúdica, divertida, em que será possível molhar a mão, tocar nas coisas e entrar em realidade virtual. São gramáticas do nosso tempo e que as pessoas vão ser convidadas a experimentarem para celebrar sua identidade, celebrar quem elas são”, destacou Marcello Dantas, curador do museu.