O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) se pronunciou ao vivo, neste domingo(21), em coletiva a imprensa para defender a Justiça Eleitoral e a lisura das eleições 2018. Na última semana, o tribunal foi questionado sobre sua atuação devido a denúncias de esquema criminoso na internet envolvendo um candidato à presidência.

A presidente do TSE, ministra Rosa Weber, abordou a atuação do tribunal e enfatizou que a Justiça Eleitoral precisa de tempo para apresentar respostas  “A Justiça Eleitoral não combate boatos com boatos. O que nos reúne aqui hoje é a nossa crença de que a desinformação deliberada, que visa o descrédito da Justiça Eleitoral, precisa ser combatida com informação responsável e transparência”, declarou.

Além disso, a ministra também defendeu a segurança das urnas eletrônicas após questionamentos de fraudes ou “manipulações” na votação.

A coletiva foi anunciada após denúncias de que empresários ligados a campanha de Jair Bolsonaro(PSL) financiaram um esquema criminoso para propagação de fake news anti-PT via WhatsApp. O TSE decidiu abrir as investigações, a Polícia Federal e Procuradoria Geral Eleitoral também estão apurando.