Sebastian Vettel é um dos pilotos mais experientes do grid atual da F1 e uma visão mais tradicionalista faz parte da personalidade do alemão. O piloto de 32 anos não gostou nem um pouco da comemoração preparada para o Grande Prêmio do México e destacou os troféus de “merda” e um cara irritante com bastão de selfie. O alemão afastou o “cara do bastão de selfie” enquanto os três primeiros posavam para as fotos no pódio.

A Liberty Media e a Fórmula 1 buscam criar uma atmosfera festiva nesta era atual, mas o tetracampeão mundial não gostou das novidades. Ele também reclamou do troféu que receber por terminar a corrida na P2.

“Acho que foi uma pena, você tem uma corrida tão boa e eles colocaram tanto esforço nela, e então você recebe esses troféus de merda, foi muito chato”, disse Vettel à ‘ESPN’.

“Acho que poderíamos ter algo para o futuro, talvez algo legal, talvez um mexicano tradicional, porque foi lamentável. Quero dizer, há a Heineken escrita em todos os lugares. Você não precisa ter aquele ‘raio’ de estrela no troféu também.

“Eu não gostei do cara do bastão de selfie quando ele tentou entrar na foto, então eu o empurrei.”

Mas Vettel admitiu que gostou de algumas tentativas que os organizadores fizeram para entreter a multidão.

“Mas acho que foi legal subir o carro também (no pódio). Achei muito legal. Obviamente, é uma maneira muito legal de fazer isso, envolver todo o Estádio, a torcida e outras coisas, então gostei muito disso, exceto do cara da selfie e dos troféus “, acrescentou Vettel.

Foto: Pedro Pardo/AFP