A história de repete três anos depois. Na tarde desta sexta-feira (25), a barragem de minério localizado na cidade de Brumadinho, interior de Belo Horizonte – MG, se rompeu. O local pertence a empresa Vale, dona da barragem de Fundão que ficava no distrito de Bento Rodrigues, em Mariana – 2015.

Segundo informações preliminares da empresa os rejeitos atingiram a área administrativa da companhia e parte da comunidade Vila Ferteco, localizado próximo a barragem.

DESAPARECIDOS

Segundo o corpo de Bombeiros de Minas Gerais há possibilidade de ter cerca de 600 pessoas desaparecida na tragédia.  Informações não oficiais.

A BARRAGEM

De acordo com o Ibama (O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) a barragem rompida em Brumadinho tinha volume de cerca de  de 1 milhão de m³ de rejeitos de mineração. Já a barragem da Samarco e Mariana rompida em 2015 tinha 50 milhões m³ de rejeitos.  

BOLSONARO

Em sua conta oficial no Twitter, o presidente Jair Bolsonaro lamentou o rompimento da barragem. “Lamento o ocorrido em Brumadinho-MG”, escreveu o presidente, informando que determinou deslocamento dos ministros do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, de Minas e Energia, Bento Albuquerque, do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e do secretario nacional de Defesa Civil, Alexandre Lucas Alves.