A Sony anunciou nesta terça-feira (15) que vai encerrar a fabricação e a comercialização de TVs, áudio e câmeras no Brasil.

A empresa vai fechar a sua fábrica em Manaus no final de março de 2021 e demitir os 220 funcionários que mantinha na capital. As vendas de seus produtos serão interrompidas no meio de 2021.

Segundo a Sony, os serviços de garantia e suporte técnico aos consumidores serão mantidos no Brasil. Os demais negócios do grupo, como Games (PlayStation), soluções profissionais, música e entretenimento, continuarão.

Veja a íntegra da nota da Sony enviada à imprensa:

O grupo Sony sempre adota medidas para fortalecer a estrutura e a sustentabilidade de seus negócios, para responder às rápidas mudanças no ambiente externo.

Nós decidimos fechar a fábrica em Manaus ao final de Março de 2021 e interromper, em meados de 2021, as vendas de produtos de consumo pela Sony Brasil, tais como TV, áudio e câmeras, considerando o ambiente recente de mercado e a tendência esperada para os negócios.

A Sony está tomando todas as medidas necessárias e está muito comprometida como empresa em empenhar seus esforços para garantir todos os direitos, o melhor tratamento e cuidados especiais aos seus colaboradores.

A Sony Brasil continuará a oferecer todo suporte ao consumidor para os produtos sob a sua responsabilidade comercial de acordo com as leis aplicáveis e sua política de garantia de produtos.

Os demais negócios do grupo Sony no Brasil (Games, Soluções Profissionais, Music e Pictures Entertainment, incluindo Playstation) continuarão a manter normalmente sua forte atuação no mercado local.

Os produtos que serão descontinuados produzidos na fábrica de Manaus são os de TV, produtos de áudio e câmeras digitais.

Os produtos Playstation no Brasil continuarão a ser vendidos normalmente, sem nenhuma alteração. A Sony do Brasil não produz o Playstation no país há bastante tempo.

O Grupo Sony tomou as medidas para fortalecer a estrutura dos negócios, a fim de responder às rápidas mudanças no mercado de eletrônicos. A Sony Brasil continuará a fornecer suporte ao consumidor para produtos sob sua responsabilidade comercial, de acordo com as leis aplicáveis e sua política de garantia de produtos.

Fonte : Blog da Marcela Rosa