Débora Nascimento está feliz com o novo amor! A atriz assumiu namoro com o dermatologista Luiz Perez, com quem curtiu festa no Rio de Janeiro, e comemorou a boa fase, destacando a importância do médico em sua vida. “A gente não acredita, mas tudo passa. Estou feliz e amando, mas o melhor de tudo isso é a coragem que eu tenho da minha vida não ser pautada por um trauma, uma dor, mas sim a coragem de acreditar que existe amor e que eu posso ser feliz”, disse ao “Gshow”.

Atriz comenta relação com ex-marido

Débora superou a fase difícil após a separação de José Loreto, em fevereiro. Segundo ela, os atores pensaram no melhor para a filha, Bella, de 1 ano, ao manterem um relacionamento. “De muito respeito. É o pai da minha filha e será para sempre alguém com quem vou ter contato. Desejo o melhor para ele, porque reverbera completamente na minha filha. Somos adultos e sei muito bem o que é melhor para a minha filha”, afirmou.
Filha de artista a ajudou a superar separação

Débora destacou também que a herdeira foi fundamental para que ela superasse o término. “Pensava muito na amamentação e tinha consciência de que poderia afetar. Era consciente da minha tristeza, mas que ela iria só até um lugar, porque não deixaria aquele sentimento me levar para o lado ruim, porque isso iria afetar a minha filha e eu não permitiria isso. A minha força foi sendo construída diariamente no acordar, ir para o trabalho (na época, estava no ar em Verão 90) feliz, sim! Porque amo fazer o que eu faço e ninguém iria tirar isso de mim”, declarou.

Débora Nascimento é exemplo de superação

Exemplo de superação para muitos fãs, Débora deu um conselho: “Não fuja do que você está sentindo. A dor e o ressentimento são genuínos. Fico até emocionada (pausa), porque eu nunca esperei ser exemplo de nada. Isso aconteceu na minha vida e a única coisa que eu tinha que fazer era sobreviver e tentar ser feliz, por mim e pela minha filha. Não tinha outra opção a não ser seguir. Não ia me fazer de vítima ou fazer a minha filha sofrer. Vivi a dor e o luto de uma relação. Fiquei mal, triste, mas tive a consciência de que aquilo iria passar”.

Postura de global é fruto de maturidade

Bem-resolvida, Débora atribuiu sua postura à maturidade. “Já passei por muitas crises de identidade ao longo da vida. Na adolescência, quando pensava o tipo de mulher que queria ser, no que deseja, e depois, quando virei modelo. Demorei a entender a minha beleza, o meu olhar, o meu tamanho. Ao longo da minha vida tive vários períodos em que eu precisei parar e olhar para mim. Quando era adolescente sofria muito bullying. Período de escola foi muito difícil para mim”, comentou.

Fonte: Purepeople