O presidente da CNPA e FEPESCA, Walzenir Falcão, criticou a administração do gerente executivo no INSS em Manaus, Clizares Doalcei, declarando que Clizares está brincando com órgão público da União.

Na manhã da última sexta-feira (09), a Federação dos Pescadores do Amazonas (Fepesca-AM) e a Confederação Nacional dos Pescadores e Aquicultores (CNPA) realizaram uma reunião com pescadores de todos os municípios do Amazonas para discutir solução acerca do prejuízo causado pelo bloqueio de milhares de Carteiras dos Pescadores, entre demais assuntos relacionados a questão ambiental envolvendo a construção de barragens e hidrelétricas nos rios da região Amazônica e os riscos sociais e ambientais envolvendo os pescadores.

O presidente da CNPA e FEPESCA, Walzenir Falcão, criticou a administração de Clizares Doalcei, gerente executivo do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) em Manaus, declarando que Crizares deixou de cumprir um acordo assinado pela presidência nacional do INSS. Em vídeo, Walzenir mostra o acordo de cooperação técnica digital e regime especial publicado no Diário Oficial da União, em mãos ele apresenta também o regime de longa distancia chamado INSS Digital publicado no diário oficial da união em 05 de marco de 2017.

“Seu Clizares, gerente executivo tá brincando com órgão público federal da União chamado Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), fazendo palanque político dentro da gerência executiva aqui no Amazonas,” disse Walzenir, ao concluir que levará as demandas do Amazonas para Brasília na próxima terça-feira (13). Veja em vídeo:

Entre os convidados, esteve o deputado federal eleito Delegado Pablo que foi prestar seu apoio a Walzenir Falcão e todos os pescadores. Pablo falou em relação ao governo eleito, que ao contrário do que é divulgado, segundo ele através da mídia, não há a intenção de criar super ministérios, mas sim de enxugar a máquina pública.

Delegado Pablo garante lutar pela valorização dos pescadores.

“A tendência do governo federal hoje não é de criar super ministérios, mas sim reduzir o inchaço da maquina. Só tem uma maneira de fazer isso, somando forças, aglutinando pastas e é isso que esta sendo feito.” Disse o deputado. Pablo garantiu que espaços políticos não vão desaparecer, e nem os pescadores serão prejudicados, pois ele não vai permitir que isso aconteça.

A reunião que se estendeu pela tarde, trouxe resultados positivos, disse Walzenir Falcão, e concluiu: “É agora, as coisas estão caminhando”. O presidente da CNPA e Fepesca segue para Brasília na próxima semana, onde irá apresentar as pautas discutidas na reunião.