A prefeitura de Manaus confirmou que vai suspender as aulas nas escolas municipais pelo período de 15 dias. A suspensão começa amanhã (terça-feira – 17) e tem objetivo de evitar a disseminação do coronavírus nas unidades educacionais.

A decisão foi tomada após reunião entre as secretarias municipais de Educação (Semed) e de Saúde (Semsa), que avaliaram o risco de propagação da doença entre estudantes, professores e profissionais ligados à Educação no município.

Hoje de manhã, o sindicato dos Trabalhadores em Educação do Amazonas (Sinteam) já tinha encaminhado ao governo do Estado e à prefeitura de Manaus um documento solicitando a suspensão das aulas nas escolas públicas e particulares da capital e interior do Estado.

No documento, o Sinteam destaca que os alunos dos ensinos fundamental e médio não são considerados grupos de risco, no entanto podem ser disseminadores da doença, facilitando o contágio de idosos, que são mais vulneráveis aos efeitos do vírus.

Outro pedido do Sinteam à Seduc e Semed é quanto a instalação de aparelhos dosadores de álcool em gel nos corredores e salas de aulas e a disponibilização de sabonetes nos banheiros das escolas.

Até o fechamento desta reportagem, a Seduc não confirmou se vai acompanhar a decisão da Semed em suspender as aulas da rede pública.