A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe da Delegacia Especializada em Crimes contra a Mulher – Anexo (DECCM-Anexo), sob o comando da delegada Giovanni Fernandes, titular da unidade policial, cumpriu na manhã de quarta-feira (3/7), por volta das 10h30, mandado de prisão preventiva em nome de um mototaxista de 41 anos, por descumprimento de medida protetiva concedida em benefício da ex-companheira dele, uma mulher de 40 anos.

De acordo com autoridade policial, o homem foi preso em via pública, no conjunto João Paulo, bairro Jorge Teixeira, zona leste da capital. Segundo a delegada, a vítima foi até a unidade policial comunicar o descumprimento da medida protetiva. Na ocasião, relatou que sofreu ameaças de morte pelo infrator. A ordem judicial em nome dele foi expedida no dia 19 de junho deste ano, pela juíza Áurea Lina Gomes Araújo, do 1º Juizado Especial de Violência Doméstica.

“O infrator, na madrugada do dia 2 de junho deste ano, foi até a casa da vítima, no bairro Jorge Teixeira, arrombou a porta do imóvel e começou a discutir com a ex-companheira, alegando que teria visto a mulher com outra pessoa. Ele não aceita o término do relacionamento deles e faz ameaças de morte à vítima. O ex-casal permaneceu junto por 15 anos e tem quatro filhos. A vítima se sente perseguida e, em razão disso, representei à Justiça o pedido de prisão em nome do infrator”, relatou a delegada.

Indiciamento – O mototaxista foi indiciado por descumprimento de medida protetiva, ameaça e injúria. Ao término dos procedimentos cabíveis, ele será encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM),onde irá permanecer à disposição da Justiça.

FOTO: Divulgação / PC-AM