O pai suspeito de filmar a agressão ao próprio filho de um ano e dez meses foi preso, na manhã deste sábado (6), no bairro Lírio do Vale, Zona Oeste de Manaus. Nas imagens que circulam pela internet, o homem de 24 anos aparece aos gritos, dando tapas e empurrões no bebê por vingança contra a mãe da criança, ex-mulher do suspeito.

De acordo com a Polícia Civil (PC), ele estava escondido em uma quitinete. A polícia informou que o suspeito estava recebendo ameaças e a família entrou em contato com policiais da 8ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) para realizar a prisão.

Segundo informações da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), as imagens foram feitas na noite anterior, na casa do suspeito, que gravou os vídeos e enviou à mãe da criança, motivado por vingança, por não aceitar o fim do relacionamento.

A criança está aos cuidados da mãe

A criança está aos cuidados da mãe, uma mulher de 21 anos. Ainda segundo a polícia, o casal, que tem dois filhos juntos, estava separado há poucos dias. Eles fizeram um acordo verbal entre si, estabelecendo que a mãe ficaria com o filho mais velho, e o bebê ficaria com o pai.

Conforme a polícia, o homem deveria estar respondendo pelos crimes de maus tratos e roubo fazendo o uso de tornozeleira eletrônica, mas ele acabou danificando o equipamento. Agora, ele deve responder pela agressão.

Vídeos divulgados

A mãe do bebê, foi quem compartilhou os vídeos como forma de denunciar as agressões. Ela disse que chegou a desmaiar ao ver as imagens do filho sendo agredido, e pediu para que uma tia fosse buscar a criança.

Abalada, disse que não esperava esse comportamento do ex-marido, com quem conviveu por 6 anos.

“Eu me sinto muito aflita. Queria deixar um recado para as mães. Que não confiem em ninguém. Ele sempre dizia que os filhos dele são tudo para ele, mas fez isso com o próprio. Se eu não compartilhasse o vídeo seria pior, nem sei o que ele poderia ter feito com o meu bebê”, disse.

Fonte: G1