Na tarde desta quarta-feira (6), a família de uma adolescente de 13 anos, que está grávida de oito meses, foi ao prédio da Delegacia Especializada Em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), para formalizar denúncia de estupro. O autor do crime é o padrasto da vítima.

Segundo os tios da adolescente, quem desconfiou da situação foram as irmãs do homem, que já haviam presenciado atitudes suspeitas dele com enteada. A adolescente morava com a mãe, dois irmãos, de 4 e 8 anos, e o padrasto no bairro Monte Pascoal, Zona Norte de Manaus.

Os tios da vítima relataram que a família ficou sabendo da gravidez da menina há aproximadamente uma semana e que quando as irmãs do suspeito iam até a casa para visitar a menina, o homem sempre relatava que ela não estava ou que só conseguiam ver adolescente envolta de um lençol.

Segundo o tio da criança, a mãe da vítima, uma mulher de 41 anos, saia cedo para trabalhar e só retornava para casa à noite. A adolescente ficava a maior parte do tempo com o padrasto. Aos familiares, a vítima relatou que o pai da criança seria um colega de aula da escola. Como a menina fez recentemente treze anos, ela engravidou quando ainda tinha 12.

Pela parte da família, há uma grande desconfiança de que o pai possa ser o padrasto. Os familiares não souberam informar se a mãe já sabia da situação é até mesmo se tinha conhecimento da gravidez da menina. O caso agora será investigado pela Depca.

Fonte: Em Tempo