A Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM), a Defesa Civil do Amazonas, o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) e a Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) atuaram com equipes no combate ao incêndio ocorrido na noite de sábado (30/03), na rua Delcídio do Amaral no bairro Educandos, na zona sul de Manaus, e também prestaram socorro aos moradores das duas residências afetadas pelo fogo.

O CBMAM foi acionado às 20h30. A guarnição da viatura Auto Bomba Tanque (ABT) do Posto Central foi a primeira a chegar no local da ocorrência, tendo como tempo de resposta sete minutos. Em seguida, foram chegaram mais cinco viaturas de combate a incêndio, dentre elas as Auto Tanque Apoio, também conhecidas como “Carro-pipa”, além da Unidade Resgate para o suporte em caso de feridos e as viaturas de comando.

Vinte e três bombeiros militares atuaram no combate ao incêndio, que durou quase 45 minutos. Não houve registro de feridos. No total, duas casas foram atingidas, sendo uma de madeira, que teve perda total, e uma de alvenaria, com perda parcial.

A Defesa Civil do Amazonas também se fez presente no sinistro ocorrido com seus agentes dando suporte, caso ocorresse a evolução do incêndio, para atuar no auxílio às possíveis vítimas, bem como para dar apoio aos demais órgãos que estavam no local.

Estiveram envolvidos na ação o secretário de Segurança Pública, coronel PM Louismar Bonates, o comandante-geral do CBMAM, coronel BM Danizio Valente, o secretário de Defesa Civil do Amazonas, tenente-coronel BM Máximo, e a secretária de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania, Caroline Braz. 

Acompanhamento psicológico – Uma equipe da Sejusc esteve no local para catalogar as famílias que precisam de apoio e orientação psicológica. A titular da pasta, Caroline Braz, afirma que foi identificada a necessidade de acompanhamento de 40 crianças, que foram vítimas tanto do incêndio ocorrido em dezembro do ano passado quanto do ocorrido na noite de sábado.

“Fomos ao local para identificar dificuldades relacionadas à dignidade de crianças, idosos e demais pessoas vulneráveis, para, diante da situação, articularmos as soluções. Identificamos crianças que estão com dificuldade para dormir e com trauma da situação ocorrida”, explica a secretária. “São 38 crianças vítimas do incêndio no ano passado e duas do incêndio deste sábado. A Sejusc, através de profissionais capacitados, prestará todo o apoio necessário para essas famílias.

Incêndio no bairro Educandos já foi controlado

Novo incêndio de grande proporção atinge bairro Educandos, em Manaus