As investigações do assassinato do personal trainer foram iniciadas e a Polícia Civil já trabalha com três linhas de investigação. A possibilidade de crime passional, além de conflitos no trabalho e com vizinho não estão descartados entre as prováveis motivações do crime. 

O professor de educação física Dário Santos Guedes, de 35 anos, foi morto a tiros logo após deixar a academia onde trabalhava, no bairro Cachoeirinha, na Zona Sul de Manaus, nesta quarta-feira (8). O crime ocorreu por volta das 18h, na Rua Ipixuna. O personal estava sozinho em um veículo modelo Voyage de cor preta e, ao se aproximar de um semáforo, foi abordado por um homem não identificado que estava em uma moto.

O homem parou o veículo no lado esquerdo do carro e atirou. Segundo a polícia, cinco tiros atingiram o personal trainer, que morreu dentro do veículo. Ele havia saído do local onde trabalhava minutos antes do crime.

A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) é responsável pelas investigações do caso. Segundo delegado titular da DEHS, Orlando Amaral, o personal tinha contato com muitas pessoas e isso ampliou as linhas de investigação da polícia. As primeiras informações recebidas pela polícia apontam para homicídio com motivação passional.

“Surgiram no atendimento da ocorrência algumas posições com relação à motivação. Surgiram informações sobre a questão passional, sobre ameaças que ele possa estar recebendo de pessoas pelas quais ele teve algumas discussões e desavenças. Surgiu informação também de desentendimento com alguma pessoa vizinha. As situações estão meio ainda controvertidas, é muito cedo ainda para a gente concluir ou descartar qualquer coisa. Nada se descarta. É tudo prematuro e precisa ser verificado”, revelou o delegado Orlando Amaral.

A polícia ainda ouvirá os familiares e testemunhas que podem auxiliar nas investigações. As imagens de câmeras de vigilância de imóveis e estabelecimentos comerciais do percurso da academia até local onde o personal foi assassinado também serão analisadas. O celular da vítima foi apreendido e será analisado pelos investigadores.