Bolsonaro anunciou a intenção de ter Moro no seu governo ou indicá-lo para o Supremo.

O juiz federal Sérgio Moro, vai se reunir com o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) nesta quinta-feira, 1, no Rio, para definir se aceita ir para o Ministério da Justiça e depois assumir uma cadeira no Supremo Tribunal Federal (STF).

Em nota divulgada nesta terça, Moro disse que ficou “honrado” com a lembrança dep seu nome para os dois postos. “Sobre a menção pública pelo sr. presidente eleito ao meu nome para compor o Supremo Tribunal Federal quando houver vaga ou para ser indicado para Ministro da Justiça em sua gestão, apenas tenho a dizer publicamente que fico honrado com a lembrança. Caso efetivado oportunamente o convite, será objeto de ponderada discussão e reflexão.”

Na segunda-feira, 29, Bolsonaro anunciou a intenção de ter Moro no seu governo ou indicá-lo para o Supremo. 

Ao Jornal Nacional, o presidente eleito afirmou que Moro é um “grande símbolo” da luta contra a corrupção. “Poderia ser ministro da Justiça ou, abrindo uma vaga no STF, (escolher) a que achar que melhor poderia contribuir para o Brasil.”