O Ministério da Saúde anunciou que repassará R$ 4,8 milhões para o Amazonas. Os recursos serão aplicados para reduzir a espera da população que está na fila de espera de cirurgias eletivas no estado. Em um ano foram realizados no Amazonas 2.563 procedimentos eletivos, ou seja, aquelas cirurgias sem caráter de urgência e que são agendadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para todas as especialidades.

Ao todo, R$ 250 milhões serão repassados para todo o país, conforme portaria publicada no Diário Oficial da União, que prevê a realização de até 285 tipos de procedimentos ambulatoriais e hospitalares da tabela SUS. Os novos recursos devem incentivar estados e municípios a organizarem mutirões de cirurgias eletivas, diminuindo o tempo dos pacientes na fila de espera.