Neylla Mota, mãe da Miss Manicoré Kimberly Karen Mota de Oliveira, morreu vítima de câncer, horas depois do juiz decretar a condenação do ex-genro, Rafael Fernandez Rodrigues, a 14 anos de prisão em regime fechado pela morte de Kimberly. A sentença foi dada no fim da tarde desta quinta-feira (28).

Com leucemia, a mãe de Kimberly  chegou a participar do julgamento da filha, mesmo internada em uma unidade de saúde, sendo a  primeira testemunha de acusação. O depoimento foi feito na manhã da última quarta-feira (27) por meio de videoconferência, Neylla respondeu a todos questionamentos da promotoria e da defesa.