Depois de ver Breanna Loving, 29, sofrer por anos com problemas de infertilidade, sua mãe Julia decidiu ceder seu útero para que a jovem

A americana Julie Loving, 51 anos, está ajudando sua filha Breanna, 29, que há anos luta contra problemas de infertilidade, a se tornar mãe de uma maneira mais do que especial. Apesar da idade, ela se tornou barriga de aluguel do bebê da jovem e do marido. A família mora em Chicago, Estados Unidos.

No procedimento, um embrião com o material genético de Breanna e seu companheiro foi implantado no útero de Julie. “Tem sido uma gravidez perfeita”, disse Julie, que está na 35ª semana de gestação, ao TODAY Parents. “Tudo está indo bem”.

Com a ajuda da mãe, a jovem Breanna se tornará mãe depois de anos tentando engravidar. Ela passou por quatro transferências de embriões malsucedidas, dois abortos espontâneos e uma gravidez ectópica. De acordo com Breanna, desde as primeiras dificuldades, Julie se ofereceu para ser barriga de aluguel, mas a jovem demorou a aceitar. “Eu estava realmente muito triste”, explicou Breanna ao site americano. “Sabia que ela queria ser útil, mas eu continuava dizendo não até que finalmente parei para refletir deixando minha frustração de lado e aceitei”.

Breanna conta que, no começo, os médicos não queriam aceitar Julie como barriga de aluguel por causa de sua idade. Geralmente, mulheres que cedem o útero para a gestação tem no máximo 40 anos, mas Julie conseguiu passar em todos os testes e exames que comprovaram seu bom estado de saúde.

Julie engravidou na primeira tentativa de fertilização in vitro. No Instagram, Breanna registrou durante anos sua luta contra a infertilidade e finalmente compartilhou a notícia de que a família ganharia um novo membro, uma menina neste ano. Na imagem, Breanna aparece ao lado do marido e de mãos dadas com a mãe. O casal segura uma placa em que está escrito: “Feito com muito amor e um pouco de ciência”.

Na legenda, Breanna escreveu: “Nossa bebê chegará a esse mundo através de barriga de aluguel e não poderia haver uma mulher melhor para nos ajudar nessa jornada: minha mãe! Ela é o exemplo puro de ‘você faria qualquer coisa pelos seus filhos’, e se eu puder ser metade da mãe que ela é, vou saber que estou fazendo algo certo …”. A postagem recebeu centenas de comentários e mais de 15 mil curtidas.

Fonte: Revista Crescer/ globo.com