Facção Criminosa assume a defesa dos motoristas de aplicativos, alvos da violência, problema que não foi controlado nem mesmo pelo sistema de segurança do estado.

Nesta quinta-feira, corre nas redes sociais, um aviso que supostamente teria sido espalhado na cidade de Manaus por membros da Familia do Norte (FDN) via WhatApp , proibindo a violência contra motoristas de aplicativos e prevendo a pena para os que assim agirem.

Fenômeno da modernidade, o transporte de passageiros por aplicativo criou e desenvolveu uma nova dinâmica nas cidades.

Além da riqueza que gera por permitir o deslocamento pessoal de quem precisa, compra e venda de combustíveis entre outras facilidades, os Motoristas de Aplicativos também garantem renda para suas famílias, com grande impacto social.

Em Manaus, pelo menos 60 mil motoristas estão cadastrados e aptos a dirigir nas ruas da cidade, com o apoio das plataformas (as principais são UBER e 99). Mas, mesmo com a teia de atendimento sendo grande, muita gente tem ficado sem o serviço. A violência contra esses profissionais é o principal motivo. Muitos foram os roubos, assaltos, inclusive alguns terminando tragicamente em assassinatos. Em defesa própria os motoristas se recusam a aceitarem corridas em determinadas localidades, principalmente nas periferias de Manaus. Por conta dessa recusa coletiva (precaução individual), pessoas de bem acabam ficando sem o transporte, inclusive nas horas de necessidades.

Fonte: O Ajuricaba