Uma cena chocante chamou a atenção das pessoas e da Polícia em Manaus, onde um homem de 32 anos identificado por André Augusto Januário da Silva, 32, desenterrou o cadáver da avó falecida há dois anos e carregou os restos mortais pelas ruas do Morro da Liberdade, onde mora.

André foi denunciado por moradores e acabou detido pela polícia na madrugada desta quinta-feira (2).

De acordo com policiais da 2° Cicom, o homem tinha desenterrado o cadáver da avó do cemitério São Francisco no Morro da Liberdade,  e foi alcançado e detido pela Polícia no Prosamin da Avenida Lourenço Braga quando levava no ombro, o corpo em estado de decomposição.

Muitas pessoas chegaram a criticar André nas redes sociais, mas depois chegaram a entender sua atitude ao tomarem conhecimento da história de que o mesmo sofre de problemas mentais e ainda por ter dito aos policiais que pretendia reviver a avó ao fazer transplante ao doar os seus próprios órgãos.

André foi conduzido ao 1° DIP, onde não pôde ficar detido justamente por sofrer de distúrbios mentais.

Nas redes sociais,  muitos comentários continuaram. Pessoas que se compadeciam dele e chegavam a dizer que ele fez tudo aquilo, provavelmente pelo fato da avó ser a única pessoa que cuidava e se importava com ele.

O caso chocou os moradores do Morro e de todo o estado, uma vez que algumas pessoas filmaram e jogaram nas redes sociais.

Fonte: Portal flagrante