Uma conta no Instagram foi criada para prestar apoio a vítima da mordida que ainda internada, se manifestou através das redes sociais em foto segurando uma placa, para agradecer a todos o apoio.

A servidora pública Bianca Figueiredo que teve 80% do seus lábios inferiores arrancados por Samara Pinheiro, conhecida como uma das gêmeas ruivas, se manifestou através de suas redes sociais publicando uma placa para agradecer a todos o apoio que recebeu de todos que a ajudaram.

“Oie, obrigada a todos que me ajudaram. O carinho dos desconhecidos e todo o amor dos que fazem parte da minha vida.”

Segundo Rafael Allemand, delegado do caso, será analisado imagens das câmeras do posto de gasolina onde aconteceu a agressão no dia 14 de fevereiro.

Bianca prestará depoimento assim que tiver alta do hospital onde deu entrada para reconstruir o lábio. “A vítima não foi ouvida ainda porque está internada. Quem foi ouvida foi a amiga dela que estava na hora da briga e deu a versão dela. A suposta autora, a Samara, também deu a versão dela, e estamos aguardando as imagens das câmeras do posto para analisar e saber qual versão é a verdadeira”, contou Rafael Allemand, delegado da 5ª Seccional Centro-Sul, para onde o caso foi transferido após ser registrado no 26° DIP (Distrito Integrado de Polícia).

Rafael contou que, pela versão de Samara, ela mordeu Bianca para se defender. “A versão da Samara confirma que ela desferiu a mordida para se defender tendo em vista que estava sendo agredida não só pela vítima que veio a ser mordida, como também pela amiga dela e mais um rapaz”

Segundo o delegado, Samara deve responder por lesão corporal. “Inicialmente foi lesão corporal grave. Depois de 30 dias vai ser requisitada uma nova perícia na vítima, a Bianca, para saber se convola (*modifica) em lesão corporal gravíssima”, explicou ele, garantindo que a blogueira não está foragida, como alguns veículos divulgaram. “A agressora se apresentou, prestou declaração e avisou que tinha uma viagem marcada e, por isso, saiu do Estado”, esclareceu.

Saiba mais: