A Festa do Guaraná terá sua 39ª edição em 2018, realizada de 6 a 8 de dezembro e deve movimentar o turismo de eventos no Estado.

Pelo menos 50 mil pessoas são aguardadas na 39ª edição da Festa do Guaraná, no município de Maués (a 276 quilômetros a leste de Manaus), segundo informações do comando da 10ª Companhia Independente de Polícia Militar. Organizado pela Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur), o tradicional evento será realizado de 6 a 8 de dezembro.

A cantora Joelma será umas das estrelas que vão se apresentar no palco principal de Maués durante o evento, que vai ocorrer na Praia da Ponta da Maresia. Além de Joelma, a cantora Naiara Azevedo e o grupo Chiclete com Banana também irão compor as principais atrações da festa.

Famosas por sua beleza natural e lindas praias de água doce, Maués é um município amazonense que fica distante a 267 km, em linha reta, da capital Manaus e possui mais de 60 mil habitantes, segundo o último levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Sua fundação foi no dia 25 de junho de 1833, quando o município ainda se chamava Luséa e foi elevado à categoria de vila.

A cidade é reconhecida nacionalmente por possuir uma das maiores expectativas de vida do país.

Pesquisas feitas em Maués indicam que o guaraná pode contribuir para a maior longevidade dos idosos. Grande parte da população costuma misturar o pó de guaraná com água e açúcar para ter mais disposição durante o dia. Hábito que vem dos índios da região que há muito tempo fazem a bebida para ter energia para caçar e cuidar dos afazeres diários. O que estes índios descobriram há muito tempo tem sido estudado nos últimos anos. Muitas pesquisas são feitas com guaraná para dar crédito científico ao que a sabedoria popular apregoa. É antioxidante, energético, afrodisíaco, tira a fome e é considerado parte do que garante longevidade aos moradores da região amazônica, principalmente a cidade de Maués.

A Lenda do Guaraná

A famosa Lenda do Guaraná nasce justamente da disputa entre as tribos Mundurucu e Mawé. Ceraçaporanga, que era considerada a índia mais bela dos Mawé, se apaixona por um guerreiro da tribo rival e foge com ele, sendo perseguida por sua família e os índios de sua tribo. Temendo a morte do amor de sua vida, Ceraçaporanga ajoelha e pede aos céus que tenha pena dos dois e não os separe. Tupã atinge e mata os amantes com um raio. No local, nasce o fruto guaraná.

Como chegar

Você pode vir a Maués de barco, ajato ou avião. A distância para Manaus é de 267 km em linha reta ou equivalente 45 minutos por via aérea, e 356km por via fluvial, cerca de 16 a 18horas de barco-recreio.