A diretoria da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) reuniu-se com os gestores de instituições de ensino e pesquisa do Amazonas na sexta-feira (18/10) para tratar de assuntos relacionados aos Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu (PPGs). O encontro ocorreu na sede da Fapeam, no bairro Flores, zona centro-sul de Manaus.

O objetivo foi discutir ações de melhorias para os cursos de pós-graduação do Amazonas, bem como informar e sensibilizar os gestores para a participação dos pró-reitores, coordenadores dos cursos e programas de pós-graduação e autoridades afins das instituições de ensino superior do Amazonas para o encontro promovido pela Fapeam com a diretora de avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), Sônia Nair Báo, que ocorrerá no dia 7 de novembro.

Nesse encontro serão abordados os avanços que ocorrerão no processo de avaliação do Sistema Nacional de Pós-Graduação (SNPG) a serem implantados no quadriênio de 2021, com o objetivo de promover a preparação preventiva dos programas.

Durante a reunião, a diretora-presidente da Fapeam, Márcia Perales, apresentou os 13 programas lançados pela Fundação em 2019, dados gerais dos investimentos realizados nas cinco de linhas de ação da entidade, bem como o percentual de crescimento nos investimentos e a retomada de programas.

Na oportunidade, ela destacou também o Programa Institucional de Apoio à Pós-Graduação Stricto Sensu (Posgrad), que conta com investimento na ordem de R$ 19.542.010,00, neste ano, para a concessão de 725 bolsas para alunos de mestrado e doutorado, mais auxílio financeiro para as instituições de ensino e pesquisa localizadas no Amazonas.

Além de Márcia Perales, participaram da reunião, pela Fapeam, a diretora técnico-científica, Marne Vasconcellos; e a diretora administrativo-financeira, Márcia Irene Andrade. E, pelas instituições convidadas, participaram o reitor da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Cleinaldo Costa; o reitor da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Sylvio Puga; o reitor do Instituto Federal do Amazonas (Ifam), Antonio Venâncio Castelo Branco; o diretor do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia), Sérgio Luz Bessa; e a diretora do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), Antonia Franco.

Foto: Érico Xavier