O homem foi encontrado amarrado e com os dois braços quebrados

Amarrado e com os braços quebrados, um homem identificado como Erick Barbosa da Silva, de 22 anos, foi encontrado morto, na tarde deste domingo (22), em uma cova rasa na rua Riacho Fundo, comunidade União da Vitória, bairro Tarumã, Zona Oeste de Manaus. Ele tinha sete perfurações de tiro pelo corpo.

O homem estava desaparecido desde a madrugada de hoje. Erick saiu de casa, localizada no mesmo bairro, com um homem em uma motocicleta, mas não retornou.

“A família achou estranho que ele não tinha voltado para casa. Eles ligaram para a namorada dele e ela informou que não sabia onde Ercik estava. Com isso, os familiares resolveram fazer buscas pelas áreas próximas e durante a chuva encontraram o corpo em uma espécie de cova rasa em  um terreno abandonado”, disse um policial da 20ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que pediu para não ter o nome divulgado.

De acordo com informações da polícia, Erick fazia parte de uma facção criminosa, porém tinha pedido para sair, o que não foi bem visto pelos líderes da organização. A polícia não informou de que facção o homem era.

Entretanto, muros, próximos onde o corpo foi encontrado, estavam pichados com a sigla da Família do Norte (FDN).

O corpo foi removido pela equipe do Instituto Médico legal (IML). Familiares da vítima estavam no local, mas preferiram não falar com a imprensa sobre o assassinato.

Não há informações sobre a autoria e motivação da execução. A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) irá investigar o crime.

Foto: Lucas Vasconcelos

Fonte: Em Tempo