De janeiro a outubro 2019, o Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) registrou um aumento de 39% na emissão da carteira de pesca no estado do Amazonas.

 No ano de 2018 foram emitidas 1.276 carteiras de pesca, até o mês de outubro, entre elas as carteiras de pesca esportiva, que credencia o pescador a realizar a atividade de pesque e solte, e a de pesca recreativa, que credencia o pescador a levar até 5 quilos de peixe inteiro. Já no ano de 2019, para o mesmo período, foram registradas 1.777 emissões para as duas modalidades.

De acordo com o diretor-presidente do Ipaam, Juliano Valente, o aumento da emissão de carteira de pesca no estado é uma resposta positiva pro trabalho que vem sendo implementado pelo Instituto nesses 10 meses. “Desde do início da gestão nós estamos apostando no setor de pesca esportiva como uma alternativa à economia via utilização sustentável dos recursos ambientais, principalmente nos roteiros como Barcelos”, informou.

A gerente de Pesca do Ipaam, Nonata Lopes, informou que esse salto se deu este ano devido à implantação das campanhas voltadas para a pesca esportiva, além da divulgação nos eventos do segmento e de ações de educação ambiental. “Isso mostra que os pescadores estão cada vez mais interessados em se regularizar”, disse.

 Nonata destacou também que, durante esse período, foi disponibilizado o sistema que habilita os pescadores a praticarem pesca amadora, nas modalidades esportiva ou recreativa, no estado do Amazonas, por meio de um processo totalmente automatizado, em que qualquer cidadão pode cadastrar, baixar o documento de pagamento e emitir a carteira de pesca.

 O Instituto ressalta que a carteira de pesca pode ser emitida por meio do site www.ipaam.am.gov.br. Para mais esclarecimentos, os interessados devem ligar para (92) 2123-6762 ou 98441-8303.

 FOTOS: Divulgação/Ipaam