Os restos mortais do adolescente permanecem no IML e devem ser liberados após o resultado de um segundo exame de DNA, informou a mãe de Rayner

Após 10 dias, o resultado do exame de DNA feito no Instituto Médico Legal (IML) confirmou que a ossada humana, encontra no dia 7 deste mês, é do adolescente  Rayner Vinícius. O estudante desapareceu no dia 16 de dezembro de 2018, na época com 16 anos, após sair de casa para ir ao Complexo Turístico Ponta Negra, na Zona Oeste de Manaus.

A mãe de Rayner, a dona de casa Maria Antônia da Silva, recebeu o resultado do primeiro teste nesta quinta-feira (17). Ao Portal Em Tempo, a mulher afirmou que os restos mortais do filho permanecem no IML e devem ser liberados após o resultado de um segundo exame de DNA, que será feito nos ossos encontrados na última quarta-feira (16) na Praia da Ponta Negra. 

“A equipe do IML informou que fará todos os procedimentos o mais rápido possível. Não estou aliviada, porque o que fizeram com o meu filho foi uma barbárie. Que mundo é esse que um jovem não pode sair sozinho e desaparece de forma suspeita? Casos de desaparecimento em Manaus não têm importância para polícia quando se trata de pessoas pobres”, desabafou a dona de casa.

Familiares e amigos realizam rifa solidaria para sepultamento dos restos mortais

Maria Antônia relembrou que o celular do filho, que foi encontrado com uma venezuelana, continua apreendido com a polícia. “Nunca me deram respostas, onde estão essas testemunhas? Acredito que a polícia tenha o registro deles”, questionou.

Enquanto aguarda a liberação da ossada completa do filho, a dona de casa, familiares e amigos de Rayner Vinícius, realizam uma rifa solidaria em prol do funeral do adolescente

No apelo em uma postagem do Facebook, a dona de casa compartilha o desespero e conta com a ajuda de alguns internautas na divulgação do caso. Muitos se sensibilizam com a tragédia e ajudam, por meio do compartilhamento da publicação, escrevendo palavras de conforto e afirmando que irão ajudá-la a conseguir a quantia estimada em R$ 5 mil. Clique aqui e saiba como doar.

Fotos: Reprodução

Fonte: Em Tempo