A vítima de feminicídio veio a óbito ainda ontem após dar entrada no Hospital das Clínicas da Unicamp, em Campinas. O autor do crime segue internado em estado gravíssimo com 82% do corpo queimado.

Morreu na noite de quarta-feira (27) no Hospital de Clínicas da Unicamp a comerciante Nice Vieira, de 53 anos, que teve o corpo queimado pelo ex-companheiro na tarde de quarta-feira (27) no Parque Vista Alegre, em Campinas (SP).

Segundo a Polícia Militar, o ex-companheiro ateou fogo nela com uso de combustível. O autor do feminicídio também teve queimaduras em 82% do corpo, mas segue internado em estado gravíssimo.

De acordo com a Polícia Militar, o agressor não aceitava o fim do relacionamento.

Segundo a corporação, o suspeito entrou no local por volta das 14h40, fechou a porta, jogou combustível na mulher e em si mesmo e ateou fogo.

O caso foi registrado na 2ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) como feminicídio – crime de ódio-qualificado por fogo com meio cruel consumado.

Um vídeo fornecido pelo Ig @portalaquinaotemmimimi mostram cenas fortes e chocantes, do momento em que os vizinhos socorrem a vítima, enquanto o homem todo queimado grita: “Deixa queimar, deixa queimar, essa mulher infernizou a minha vida.”

Imagens fortes