O casal com a ajuda de um sobrinho, torturaram e mataram o rapaz de 17 anos por não aprovar o relacionamento com a filha de 15.

Manaus/AM –  O casal Leidimar dos Santos Nascimento, 35,  e Maurício dos Santos Nogueira, 37, junto com Douglas Jhonathan dos Santos Nogueira, 24, que é sobrinho de Maurício, foram presos pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), por suspeita de participarem do assassinato do adolescente Ismael Calisto Junior, 17.

De acordo com o titular da DEHS, delegado Paulo Martins, o trio foi detido na sede da especializada  na manhã da última sexta-feira (22), após se apresentarem de livre vontade na companhia de um advogado.

Segundo o delegado, o crime ocorreu na madrugada do dia 11 de marco de 2019, na comunidade Águas Claras, no bairro Novo Aleixo, zona Norte. Na ocasião Ismael estaria em um bar quando teve um desentendimento com Maurício.

“Maurício e Leidimar tem uma filha de 15 anos que estavam namorado o Ismael, mas o relacionamento não era aceito pelos dois. No dia do crime, Ismael teve um desentendimento com os pais da namorada e depois foi embora. O casal bebeu e de em seguida decidiu cometer o crime”, disse.

Conforme Martins, após a discussão, Maurício chamou três sobrinhos dele, e foram consumir bebidas alcoólicas na casa dele, momento em que Ismael passou em frente à residência onde os suspeitos estavam, quando eles passaram a agredi-lo.

Em seguida o grupo arrastou o adolescente pelas ruas daquela comunidade. Pensando que ele estivesse morto, os suspeitos colocaram o adolescente em um carro e, no momento em que iriam jogar o corpo, Ismael acordou e ainda conseguiu sair do carro, mas logo foi alcançado pelo grupo que desferiu várias facadas na vítima, indo a óbito no local. “Assim que pegaram o Ismael eles o agrediram e o mesmo desmaiou. Os suspeitos achavam que ele estava morto, por isso o colocaram em um carro. No trajeto, a vítima acordou e conseguiu fugir do carro, mas foi alcançada pelos suspeitos, teve a mão decepada e morreu com várias facadas pelo corpo”, contou. 

O delegado destacou que o corpo de Ismael foi encontrado pela população na rua Jardim Olinda, conjunto Águas Claras, bairro Novo Aleixo, zona Norte. Na ocasião, estava com cortes, hematomas e com uma das mãos decepadas.

Paulo Martins disse ainda, que outras duas pessoas também participaram do crime e já estão sendo investigadas. Os três suspeitos foram indiciados por homicídio. Ao término dos procedimentos cabíveis na DEHS, os homens serão encaminhados ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM) e Leidimar seria levada para o Centro de Detenção Provisório Feminina (CDPF), onde devem ficar à disposição da Justiça.

 

ATENÇÃO IMAGEM FORTE

 

 

 

 

Vítima de 17 anos