Estudos mostram que esquecer é um bom sinal.

Se você é daqueles que não lembram onde deixaram as chaves, ou o que foram comprar no supermercado, pode ficar tranquilo, porque ser esquecido pode ser um sinal de que você é mais inteligente que a média.

Popularmente, ter boa memória e capacidade para lembrar de muitas coisas é visto como um sinal de inteligência. No entanto, se você costuma esquecer pequenas coisas cotidianas como o que você comeu no almoço ou o nome do cachorro do vizinho, a ciência tem uma boa resposta para isso. Cientistas da Universidade de Toronto publicaram uma investigação na revista Neuron, sobre a conexão entre a memória e a inteligência dos seres humanos.

Pesquisadores propõem neste estudo que o objetivo da memória humana não é transmitir a informação mais precisa ao longo do tempo, mas orientar e otimizar a tomada de decisão inteligente apenas se apegando às informações valiosas.

Ou seja, quando uma pessoa esquece o nome de alguém, ou o que jantou na noite passada, está dando lugar à memória para trabalhar melhor e lembrar de coisas mais importantes como em tomar decisões de relevância vital. Assim, a pessoa teria uma inteligência superior, porque é capaz de tomar decisões mais precisas e mais inteligentes.

O cérebro sabe o que faz

Se você tem filhos, pode ter acontecido que durante os primeiros meses de seu bebê você se sentiu mais esquecida do que nunca. Aconteceu comigo e eu não entendia o porquê. Antes eu era uma mulher muito organizada e pontual com todas as minhas coisas, e de repente eu esquecia tudo e não sabia como me organizar. O cérebro materno estava fazendo isso para certificar-se de colocar na minha cabeça todos os cuidados necessários para o meu recém-nascido. Isso pode começar durante a gravidez e continuar durante os primeiros meses de vida do bebê.

Assim como acontece com as questões hormonais próprias da gravidez, o cérebro procura nos fazer esquecer de coisas irrelevantes para que seja estabelecido um forte vínculo com o recém-nascido. Os pesquisadores concluíram que o cérebro sabe como tomar as decisões mais inteligentes para otimizar a vida e se concentrar nas decisões importantes.

Melhorar a memória

Ainda que ser esquecido seja um sinal de uma inteligência superior, é sempre bom ajudar nossa capacidade cerebral com alguns exercícios para melhorá-la.

Assim como limpamos a memória do telefone ou do computador para deixar mais espaço para coisas novas, os especialistas admitem que é necessário limpar nossa memória de tempos em tempos para criar espaço para novos pensamentos e memórias. E para isso, é necessário se exercitar regularmente, bem como alguns exercícios cognitivos regularmente.

Nesta perspectiva, isso significa que, quando você se sente mentalmente exausto ou que anda muito esquecido ultimamente, o exercício físico alivia sua mente de uma maneira surpreendente, liberando o estresse e deixando espaço para novas conexões neurais.

Existem alguns exercícios diários que você pode fazer para continuar otimizando seu desempenho cerebral e aumentar sua capacidade:

  • Faça listas e memorize-as
  • Escove os dentes com a mão oposta à que você usa sempre
  • Abotoe sua camisa com uma mão só
  • Dirija por um caminho diferente daquele que você usa sempre
  • Faça jogos como sudoku ou sopa de letrinhas
  • Aprenda a tocar um instrumento
  • Faça cálculos mentais
  • Aprenda um novo idioma

A menos que você seja como Nelson Dellis, que memoriza 200 palavras em quinze minutos, você pode ficar tranquilo se esquece algumas coisas de vez em quando. Isso não é motivo para se alarmar, mas é algo positivo para você, desde que não interfira nas coisas importantes.

Enquanto isso, e se você quiser continuar tendo um cérebro saudável e uma memória elástica, não se esqueça de levar uma vida saudável, fazer exercícios regularmente, visitar amigos e tentar viver uma vida sem estresse. Você também pode tentar escrever em um pedaço de papel tudo que você não quer esquecer durante o dia, para ter certeza de que nada sairá do controle. Entretanto, se as falhas cognitivas têm impacto na sua vida diária, não se esqueça de consultar um profissional.

Traduzido e adaptado por Stael Pedrosado original Científicos comprueban que si te olvidas de todo eres muy inteligente