Dia 28 de novembro ocorrerão as eleições da OAB/AM. E A Repórter foi até Marco Choy, atual presidente e candidato a reeleição para entender a atuação de um presidente da Ordem dos Advogados do Brasil dentro e fora da advocacia. Confiram!

Marco Choy, professor da UEA e procurador do município, é o atual presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no Amazonas (OAB/AM), e candidato a reeleição pela chapa Unidos para Avançar, em entrevista exclusiva para A Repórter esclarece a importância da sua atuação ao representar os advogados e toda a população amazonense, tomando frente a liminares que beneficiam a todos durante sua gestão. Choy explica que seu trabalho se divide em dois núcleos, um focado na advocacia e no mercado de trabalho para os advogados e outro forte trabalho voltado também para a população.

“No últimos três anos, quase dois anos e 11 meses de gestão, nós promovemos ações importantes para o interesse da sociedade amazonense. A OAB por exemplo, promoveu uma ação judicial contra o aumento da energia elétrica na cidade de Manaus; contra a inclusão do Amazonas no sistema de bandeiras tarifarias; ingressamos com ações contra o reajuste da tarifa do ônibus, contra o reajuste do imposto do IPTU no municio de Manaus; promovemos ações contra aquela taxa de licenciamento ambiental do DETRAN que se tentou aprovar; a OAB esteve presente em momentos importantes com campanhas também de defesa do consumidor, com relação aquela questão de cobranças de bagagens das companhias aéreas; então a OAB esteve muito presente na sociedade amazonense nesses últimos três anos.”, declarou o candidato a reeleição ao afirmar que isso gerou uma expectativa muito positiva em relação ao que a Ordem dos Advogados de todo o Brasil pode fazer para retribuir com a populaçao amazonense, fortalecendo todo o campo interno e cooperando com toda a sociedade.

Para finalizar, o representante da chapa Unidos para Avançar, conclama a toda todos os advogados para que possam participar deste ato democrático no próximo dia 28 de novembro, quarta-feira.

Assistam a entrevista na integra: