Com a subida das águas de rios e igarapés em todo Amazonas, aumentam os casos de casas alagadas e quedas de barranco na capital e interior do Estado. A cheia dos rios também causa a propagação de doenças e ataques de animais peçonhentos, levando risco de morte à população.

O risco enfrentado por milhares de famílias em todo Amazonas foi alertado nesta quarta-feira (10/04) pelo deputado estadual Fausto Jr.

Dep. Fausto Junior

Segundo o parlamentar, os órgãos de defesa civil e assistência social do governo do Estado e prefeituras devem estar prontos para atender pedidos de socorro. “Governo e prefeituras devem mapear bairros e áreas no Estado que mais sofrem com alagamentos e quedas de barranco”, afirmou Fausto.

“Esse mapeamento é fundamental para agilizar atendimento às vítimas de desastres naturais. São famílias que têm direito a receber auxílio do Poder Público”, acrescentou Fausto.

Em Manaus, bairros já sofrem os efeitos da cheia do rio Negro, como Glória, São Raimundo e Educandos. Na área rural da capital, várias comunidades estão com as águas na porta das casas.

“Prefeitura e governo devem estar prontos para o pagamento do aluguel social. Outra medida é evitar que essas famílias voltem para áreas de risco após a descida das águas”, cobrou o deputado.

Nos próximos dias, Fausto Jr. visitará bairros de Manaus e municípios atingidos pela cheia dos rios. Objetivo é conversar com a população e ver de perto a situação vivida pelas famílias da capital e interior.

O parlamentar é presidente da comissão de Assuntos Municipais, Desenvolvimento do Interior e Defesa Civil da Assembleia Legislativa.