Anúncio foi feito no encerramento da edição deste ano, que aconteceu em Roma.

O Brasil vai ser o país-sede do encontro de líderes do G20 em 2024. O anúncio foi feito no encerramento da edição deste ano, que aconteceu em Roma. Durante dois dias de reuniões, os líderes das 20 maiores economias do mundo trataram das metas para limitar o aumento da temperatura neste século a 1,5 º C. No entanto, chefes de Estado e presidentes não afirmaram quando essa meta será alcançada. O anúncio da cúpula do G20 também contou com a promessa de ajuda financeira de USD 100 bilhões aos países em vulnerabilidade para combater a pobreza, desigualdade, desnutrição e diferença de gênero. O primeiro-ministro da Itália, Mario Draghi, também disse que os países vão acelerar a redução do uso de carvão.

Em discurso de abertura do G20, o presidente Jair Bolsonaro exaltou a vacinação contra a Covid-19 no Brasil e mencionou o auxílio emergencial como um destaque do governo durante a pandemia. Bolsonaro também elogiou o acordo sobre a tributação internacional, celebrado pelo G20 no âmbito da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), e falou da importância do trabalho no grupo. Pouco antes do discurso, o líder brasileiro teve uma conversa com o presidente turco, Recep Tayyip Erdoğan, onde Bolsonaro disse que a Petrobras é um problema, fala que acontece em meio as dificuldades do governo para conter a alta dos combustíveis.

Fonte: JP Notícias