A idosa foi encontrada em casa morta durante a madrugada de sábado (17) pelo neto Francisco de Assis que voltava para casa de uma festa.

O presidente eleito postou em seu Twitter uma direta a ONU e aos lixos direitos humanos a mesma dedicação que teve ao Lula quando pediu a sua soltura por alegar perseguição politica.

O Caso

“Abri o portão e me deparei com a minha vó caída, toda ensanguentada. Peguei ela, tentei reagir, fui para a sala e chamei minhas irmãs, minha mãe e meus vizinhos perto”, relatou Francisco, que trabalha como lavrador.

Já Maria Aparecida, uma das filhas de Antônia, disse que entre a família há muita saudade e revolta. Ela pede que o caso seja solucionado.

Agora a Polícia Civil suspeita que a idosa tenha acordado e reconhecido o assaltante. Por isso ele a teria agredido. Na casa, a polícia também encontrou nesta segunda (19) um bastão de madeira com marcas de sangue, que pode ter sido usado para agredir a idosa.

“Essa pessoa provavelmente conhecia a rotina daquela família, sabia que a senhora se encontrava sozinha naquele momento, entrou saltando o muro, quebrou as telhas da cozinha e teve acesso ao interior da residência. Ali, revirou a residência toda a procura de algum objeto de valor, mas a gente acredita que nesse instante a vítima acordou, provavelmente o reconheceu e, por essa razão, ele a matou”, contou o delegado Fagner.

Nesta segunda-feira (19), uma faixa foi colocada na frente da casa para representar o sentimento da população da cidade de Feira Nova do Maranhão, que possui cerca de 8 mil habitantes.

“A cidade está toda assustada, abalada, e a população espera uma resposta rápida da justiça”, afirmou o vigilante José Rocha.