O presidente Jair Bolsonaro, comentou em rede social (instagram) a liberação dos suspeitos da morte do sargento da Polícia Militar do Amazonas, Luiz Carlos da Silva Castro. O crime ocorreu na ultima quinta-feira (20) e menos de 24 horas depois todos foram detidos, porém, logo em seguida, liberados pela Justiça.

Em seu comentário Bolsonaro lembrou que quando era deputado federal, em 2016, apresentou PDC para sustar a Resolução do Conselho Nacional de Justiça que criou as ‘audiências’ de custódia.

A liberação revoltou a população amazonense, e o caso repercutiu em todo o Brasil

A polêmica liberação, após audiência de custódia pela juíza Ana Paula Braga, dos presos Marcley Moraes de Souza, Joelson Ferreira Soares e Charles Sanches Morais, acusados pelo assassinato do Sargento Silva causou revolta para a sociedade e toda a classe militar.  A juíza foi alvo de críticas nas redes sociais e mídias em geral, segundo o seu despacho, havia um erro de vício no ato do flagrante dos suspeitos.

Fonte: Portal Flagrante, Portal Hoje.