O caso ocorreu no último dia 30 em Natal, RN. As fotos da vítima passaram a circular no dia seguinte, porém, o vídeo da menina visivelmente alterada confessando o crime viralizou.

Uma garota de 18 anos foi presa após matar a própria mãe a marretadas e facadas na manhã da última terça-feira (30). O crime aconteceu nas proximidades do cemitério no bairro Bom Pastor, na Zona Oeste de Natal.

Em vídeo que circula pelas redes sociais, a jovem revela ter cometido o crime e diz que estava sob efeito de drogas. De acordo com o relato, desde o sábado (27) ela usava cocaína.

“Matei minha mãe com quatro marteladas e ainda dei duas facadas na cabeça dela. Não sei por qual motivo a matei. Eu cheirei pó ontem e hoje. Desde sábado que eu cheiro”, contou.

Assista a confissão

View this post on Instagram

Confesso que quando vi esse vídeo na manhã da última terça-feira (30), fiquei sem coragem de publicar e começar o dia com essa notícia. Mas na madrugada dessa quinta-feira recebi as imagens da mãe e vítima desta criatura. As imagens são absurdamente chocantes e não pude expor através do Instagram, mas estão disponíveis na matéria completa que você acompanha acessando o portal A Repórter, categoria “Zona Vermelha” (link na bio). O motivo de publicar essa barbarie não é ganhar likes, senão o teria feito antes. Mas é mostrar a que ponto a humanidade chegou, a que ponto uma dependente química de péssima índole pode chegar. Uma mãe cria, cuida e depois é morta da forma mais cruel aos 53 anos pela filha que tem apenas 18.

A post shared by A Repórter (@areporter_) on

A jovem falou que cometeu o crime por medo que sua mãe revelasse um segredo seu e temia ser morta ou torturada por uma facção criminosa.

“Eu pensei que ela ia contar algo que meu ex-namorado não tinha visto e a facção ia me torturar e me matar”, disse a garota.