A Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur) e a Companhia de Policiamento Turístico (Cptur/Politur) iniciaram as tratativas para a consolidação de um Termo de Cooperação Técnica, cujo objetivo é fortalecer o atendimento aos visitantes e operadores diretos e indiretos do setor.

A diretora de Desenvolvimento do Turismo da Amazonastur, Denise Bezerra, recebeu, na sede da Amazonastur, a subcomandante da Politur, subcomandante Nataly Acrys, para discutir o trâmite burocrático para a formalização do termo.

“Somos parceiros da Politur (Cptur) há muitos anos, porém não tem um Termo de Cooperação. Então, vamos fazer essas tratativas para homologar essa parceria, verificar a qualificação do policial com um direcionamento mais específico, além de articular com os órgãos para viabilizar essa estruturação do setor”, explicou Denise.

Para a subcomandante Nataly, a parceria, por meio do Termo de Cooperação, vai dinamizar ainda mais o trabalho da Politur, principalmente na autonomia que a corporação poderá ganhar no trabalho com os envolvidos indiretamente do turismo, como feirantes, artesãos e taxistas.

“A gente já realiza um trabalho diferenciado no atendimento aos turistas, com qualificação necessária para atendê-los. Com a Amazonastur vamos ampliar essa qualificação e ainda treinar, por exemplo, os feirantes do Mercado Adolpho Lisboa, os taxistas, entre outros, que lidam diariamente com o turista e às vezes não têm o treinamento necessário”, comentou a militar.

Nataly informou ainda que dentre os 27 militares da Politur, vários são graduados. Por meio do termo, uma parceria com a Universidade do Estado do Amazonas (UEA) culminaria num curso de especialização em turismo para os policiais. “Quanto mais qualificação, mais o atendimento aos nossos turistas será melhorado”, frisou.

Diariamente a Politur patrulha os principais pontos turísticos do centro histórico de Manaus, tendo como base o Aeroporto Internacional Eduardo Gomes.