O tratamento facial anti-idade conhecido como Facelift de Vampiro se tornou conhecido após a socialite Kim Kardashian compartilhar uma foto dela passando pelo procedimento em suas redes sociais. E no Brasil, a apresentadora Luciana Gimenez também é adepta ao tratamento.

A falta de higiene no VIP Spa, em Albuquerque, Novo México, nos Estados Unidos, levou dois clientes a contraírem HIV após passarem pelo tratamento facial anti-idade conhecido como Facelift de Vampiro. Isso porque as agulhas e seringas utilizadas no procedimento estético estavam infectadas.

A informação foi confirmada pela Secretaria de Saúde do Novo México ao jornal Monday. A suspeita de que o contágio do vírus se deu após tratamento facial realizado no local fez com que o spa fechasse suas portas em setembro de 2018, data em que o segundo cliente infectado esteve no centro estético. O primeiro passou por lá em maio desse mesmo ano.

De acordo com o jornal Metro, cerca de 100 ex-clientes do VIP Spa passaram por testes de HIV e de outras doenças transmitidas por meio do contato com o sangue. Além disso, a Secretaria de Saúde do estado está realizando aconselhamentos para pessoas que se submeteram a tratamentos invasivos no local.

O Facelift do Vampiro se tornou conhecido após a socialite Kim Kardashian compartilhar uma foto dela passando pelo procedimento em suas redes sociais. No Brasil, a apresentadora Luciana Gimenez também é adepta ao tratamento. O nome se dá devido ao fato de o procedimento estético utilizar o próprio sangue da paciente para levantar seu rosto e dar a ele um aspecto mais jovem.

Fonte: Rede TV, Repórter MT