Governador também anunciou mais investimentos no projeto social da PM

O governador Wilson Lima inaugurou, nesta terça-feira (03/11), as novas instalações do Núcleo de Equoterapia da Polícia Militar do Amazonas, que passou por reforma e ampliação de estruturas. No espaço, localizado no Regimento de Policiamento Montado da PM, no bairro Dom Pedro I, zona centro-oeste de Manaus, o método terapêutico e educacional com uso de cavalos beneficia, atualmente, cerca de 60 pessoas com necessidades especiais, entre crianças, jovens e adultos.

Com investimento de R$ 2,8 milhões, por meio do Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS), a obra contemplou a ampliação de quatro edificações, sendo um galpão principal que será usado como picadeiro, o prédio da administração, o galpão usado como depósito e um galpão menor destinado à esterqueira.

O galpão principal conta com arquibancada para os pais, responsáveis das crianças e demais participantes da terapia, além de área coberta. As obras foram executadas pela Secretaria de Infraestrutura e Região Metropolitana de Manaus (Seinfra).

De acordo com o governador, as novas estruturas permitirão que a PM consiga zerar a fila de espera pelo serviço de equoterapia.

“A polícia tem um lado social muito significativo. Hoje nós estamos fazendo a entrega de uma estrutura que vai ajudar muito na equoterapia. Esse é um momento histórico para essas famílias porque, com a estrutura que estamos entregando hoje, é possível dobrarmos a capacidade de atendimento àquelas famílias e pessoas que têm dificuldades de locomoção física, pessoas que têm dificuldades cognitivas”, afirmou Wilson Lima, que estava acompanhado pela primeira-dama, Taiana Lima.

Investimentos – Na solenidade, Wilson Lima também anunciou mais investimentos no Núcleo. “Nós estamos recebendo nesse mês mais 40 equinos que vão reforçar o policiamento montado, mas que também serão disponibilizados para a equoterapia. E nós estaremos, já no primeiro trimestre do ano que vem, encaminhando três profissionais daqui para fazer um curso no estado do Paraná, para se qualificarem em equoterapia básica e equoterapia avançada”, disse.

Para a secretária executiva do FPS, Kathelen Braz, o trabalho feito pelo Governo do Estado no local vai se refletir em melhores condições para profissionais, animais e usuários. “Com certeza, isso vai trazer para essas famílias mais saúde, mais qualidade de vida, mais esperança para seus entes queridos que são tratados pela equoterapia”, acrescentou.

Tratamento – Com 29 anos de serviços prestados à sociedade, o Núcleo de Equoterapia da Polícia Militar é o único centro do estado do Amazonas filiado à Associação Nacional de Equoterapia (Ande). No Regimento de Policiamento Montado, são atendidos pacientes com paralisia cerebral, autismo, hiperatividade, deficiência auditiva, síndromes de Down, de Asperger e de West, entre outras.

O atendimento é realizado uma vez por semana, com duração aproximada de 30 minutos, envolvendo equinos devidamente adestrados e instrutores que possuem uma abordagem interdisciplinar nas áreas de saúde, educação e equitação.

O método terapêutico é reconhecido por estimular o desenvolvimento biopsicossocial dos pacientes, uma vez que a marcha do cavalo é muito semelhante à marcha humana, transmitindo ao praticante estímulos semelhantes aos que receberia se estivesse andando.

Segundo o secretário de Segurança Pública, coronel Louismar Bonates, o serviço de equoterapia é um dos trabalhos sociais mais importantes desenvolvidos pela Polícia Militar.
“Trabalhei aqui nessa unidade e sei a importância que é o trabalho feito pela cavalaria. A equoterapia é uma das coisas mais importantes que nós temos feito em apoio à sociedade. São famílias que lutam bastante com seus entes queridos, que têm problemas de saúde e precisam desse tipo de trabalho. Agora essas crianças terão, as famílias terão, um local adequado, um local com condições perfeitas para que seus filhos tenham o atendimento necessário”, destacou.

Para ser inserido no programa social, o interessado deve ter indicação médica por escrito. Com o documento em mãos, basta entrar em contato com o núcleo de equoterapia da PM (avenida Tiradentes, Dom Pedro I), levando também os documentos pessoais e do responsável.

FPS – O Governo do Amazonas, por meio do Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS), seleciona, custeia e monitora projetos geradores de trabalho, renda e autossustentação que garantam a inclusão social de dependentes de substâncias psicoativas, pessoas com deficiência, idosos, crianças e adolescentes, além do setor primário.

FOTOS: Diego Peres/Secom