Conselho Deliberativo do FPS analisou propostas de Oscs, do edital nº 001/2020.

Durante reunião do Conselho Deliberativo referente ao Edital nº 001/2020 do Fundo de Promoção Social (FPS), realizada nesta quinta-feira (01/07), e que aprovou 81 propostas para o setor primário, o governador Wilson Lima destacou que o montante de recursos no valor de R$ 15 milhões incentivará a autossustentabilidade, a geração de trabalho e de renda das organizações contempladas.

O governador frisou que o repasse de maquinário e insumos para o setor primário por meio do FPS, por exemplo, é uma ação estratégica do Governo do Amazonas.

“O objetivo do Fundo de Promoção Social, quando a gente fala de erradicar a pobreza, é chegar a um momento em que a gente não precise mais estar reunido aqui para ajudar essas pessoas em condição de vulnerabilidade social, porque elas vão ter condições de caminhar com as suas próprias pernas”, destacou Wilson Lima.

Prioridades – Sobre o edital de chamamento, a secretária executiva da pasta, Kathelen Santos, disse que o investimento de recursos no setor primário é uma das prioridades do Governo do Amazonas.

“O investimento foi um montante de R$ 15 milhões. Nós recebemos propostas de até R$ 150 mil e selecionamos 81 dos projetos recebidos. E hoje acontece aqui a aprovação final pelo conselho. O Fundo de Promoção atua tanto no setor primário quanto no setor social, em que ele investe os recursos para projetos que atendam a comunidade, para instituições sem fins lucrativos e também projetos prioritários do Governo do Estado”, detalhou.

Deliberação – Foram aprovados projetos do setor primário que contribuirão para o fortalecimento de organizações que contemplam, prioritariamente, a autossustentabilidade, a geração de trabalho e renda, melhoria na mecanização das atividades agrícolas, o combate à fome e ao desemprego, o fortalecimento da agricultura familiar, da aquicultura, do extrativismo e das pescas artesanal e manejada.

Para este edital, Organizações da Sociedade Civil de 55 municípios apresentaram projetos.

Uma das contempladas foi a Associação dos Agricultores Familiares de Atalaia do Norte, do Alto Solimões que, pela primeira vez, submeteu projeto por meio do edital e terá incentivo no valor de R$ 150 mil para a aquisição de um trator agrícola, dois implementos para trator e um triciclo agrário. O projeto beneficiará 57 agricultores familiares diretamente ligados à associação, e outros 285 indiretamente.

Composição – O Conselho é composto por 20 membros, representantes de órgãos e entidades do Poder Executivo e da Sociedade Civil que analisam e determinam a aprovação dos 81 processos classificados e apresentados pelas Organizações da Sociedade Civil de 55 municípios no ano de 2020.

Um dos integrantes da votação, Jorge Lopes, representante do Conselho Estadual do Idoso, destacou a importância de ter participado desse momento significativo para o setor primário amazonense.

“Eu fico muito honrado, em nome do Conselho Estadual do Idoso por participar desse momento tão significativo para a nossa população, principalmente do nosso estado. Nós sabemos das dificuldades que são enfrentadas, principalmente nos lugares mais distantes, que são os municípios mais distantes da nossa capital. Então, é muito importante sempre estar presente, porque nós nos preocupamos, junto com o Governo, em chegar lá na ponta”, enfatizou.

FOTOS: Tácio Melo/ Secom