Humorista tatuou no rosto as iniciais do bebê que faleceu após nascer prematuro. Já Maria Lina, leva o desenho dos pés do filho no pulso.

Whindersson Nunes e sua noiva, Maria Lina, fizeram uma tatuagem em homenagem ao filho João Miguel. O bebê, primeiro filho do casal, faleceu no último dia 31 após nascer prematuro.

O humorista tatuou as iniciais do menino, ao lado de uma cruz, em seu rosto. Enquanto a mãe do bebê, eternizou uma reprodução dos pezinhos do filho com um desenho em seu pulso.

A imagem do casal foi mostrada por Maria Lina em sua rede social, que é privada, acompanhada de um longo e emocionado texto.

“Uma semana do dia mais feliz da minha vida. E amanhã, uma semana do dia mais triste da minha vida. Meu filho, não tem uma hora que eu não pense em você. Não tem um segundo sequer que eu não sinta sua falta, lembro do seu rostinho todos os dias da hora que acordo a hora que vou dormir”, desabafou a jovem em um post no Instagram.

“Você vai pra sempre ser o maior amor que já senti na vida, foram as melhores 30 horas da minha história. Ser sua mãe foi e é um privilégio, quem não amaria ser mãe de um ser tão puro, tão lindo, um anjo? Você só nos trouxe felicidade, amor, pureza, alegria. Sua partida é dolorosa, mas sua marca nas nossas vidas é só felicidade. Papai e mamãe te AMAM mais que tudo nessa vida”, disse Maria Lina.

Whindersson não atualiza seus perfis desde o dia em que compartilhou uma música dedicada ao filho.

Nascimento prematuro

O bebê de Whindersson e Maria Lina nasceu no sábado (29/5). A noiva do influenciador estava com apenas 22 semanas de gestação. João Miguel ficou internado na UTI neonatal mas não resistiu e faleceu na segunda-feira (31/5). “Quando disserem que ele nunca lutou por nada, vamos poder responder que ele lutou pela vida”, escreveu ele no Instagram.

“Ontem eu conheci meu filho e a primeira vez que encostei nele foi como se eu encostasse em um pedaço de Deus. Há tanto tempo eu não me sentia vivo. Ele, como se diz no interior, é minha cara cagado e cuspido, até o pé é igual. Mas ele é bem pequenininho porque veio um pouco antes do esperado”, contou Whindersson.

“A mãe dele foi uma leoa demais e nessa hora a natureza me mostrou um lugar que eu nunca estive, parado, e sem poder fazer nada, onde eu não tinha controle de nada, só ver ela passar por tudo aquilo que nós ouvimos falar todos os dias, mas só passando mesmo para saber. Obrigado por ser tão forte pelo meu maior presente!”, continuou.

Fonte: Metrópoles