A ocorrência foi registrada na Escola Classe 26, na EQNN 3/5, em Ceilândia. Filho do homem caiu sozinho e sofreu corte no supercílio.

O pai de um aluno de 4 anos invadiu uma escola, em Ceilândia, na tarde de quarta-feira (15/6), e agrediu um vigilante e outros funcionários da unidade de ensino ao ser chamado no local após o filho cair e se machucar. O ataque de fúria ocorreu na Escola Classe 26, na EQNN 3/5.

Segundo informações apuradas pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), em ocorrência registrada pela 15ª Delegacia de Polícia (Ceilândia), a criança brincava quando subiu em um banco, escorregou, bateu a cabeça e sofreu um corte próximo ao supercílio. O garotinho foi socorrido por funcionários, e os responsáveis foram acionados para comparecer ao colégio.

Quando o pai chegou ao local, ele arrebentou o cadeado do portão da entrada, jogou livros no chão e agrediu o vigilante com tapas.

Veja as imagens registradas pelo circuito interno das câmeras de segurança da unidade de ensino:

https://www.instagram.com/p/Ce4Kcn-pV_Q/?igshid=YmMyMTA2M2Y=

Uma professora que estava na sala dando os primeiros socorros à criança tentou acalmar o pai, mas o homem saiu e retornou com a esposa para buscarem a criança.

A delegacia apura os fatos. A ocorrência foi registrada como vias de fato e dano a bem público.

A Secretaria de Educação do Distrito Federal pontuou que a direção da escola informou que uma criança se machucou no local e foi prestado todo o atendimento necessário a ela. Em seguida, a equipe gestora entrou em contato com os responsáveis do aluno para comunicar sobre o ocorrido.

O pai da criança foi buscá-lo e, de imediato, chegou com agressividade à unidade escolar, arrombando portão, batendo em armários, derrubando objetos, até agredir o vigilante que tentava acalmar o autor do ataque.

“As providências foram tomadas, e o diretor da unidade escolar registrou boletim de ocorrência na 15ª Delegacia de Polícia, que investiga o caso”, diz trecho da nota.

Fonte: Metrópoles