App chinês Douyin terá um ‘modo para adolescentes’ e não irá funcionar entre as 22h e 6h.

A versão chinesa do TikTok, chamada Douyin, anunciou a chegada de um “modo para adolescentes” que limita o tempo que menores de 14 anos podem usar o aplicativo a 40 minutos por dia.

O aplicativo de vídeos também não vai funcionar entre as 22h e 6h. A intenção é evitar que os adolescentes fiquem viciados na plataforma, segundo a ByteDance – empresa dona do TikTok e Douyin.

A companhia pediu aos pais que cadastrem seus filhos menores de 14 anos com seus nomes reais para que a restrição funcione de forma automática – ou que ativem o “modo para adolescentes” de forma manual.

A ByteDance disse ainda que irá investir em novos conteúdos para “inspirar” os jovens, incluindo experimentos científicos e exibições de galerias de museus.

As restrições realizadas pela empresa fazem um aceno às autoridades chinesas, que têm realizado investidas de regulamentação entre as maiores empresas de internet do país.

Em agosto passado, a China passou a limitar o acesso de menores de 18 anos a videogames on-line a 3 horas por semana. Segundo as autoridades, a medida visa combater a dependência entre os jovens.

Em junho, Pequim revisou sua Lei de Proteção a Menores, exigindo que os provedores de conteúdo digital implementassem ferramentas de gerenciamento de tempo, restringissem certas funcionalidades e limitassem as compras para usuários menores de 18 anos.

Fonte: G 1