A Câmara Municipal de Manaus (CMM) suspendeu o recesso parlamentar do meio do ano, que aconteceria entre os dias 26 de junho a 9 de julho. A decisão foi aprovada por unanimidade pelos vereadores presentes na sessão virtual desta segunda-feira (15).

A proposta de suspender o recesso parlamentar estava em discussão há vários dias pelos vereadores de Manaus, porém foi a Mesa Diretora da CMM quem apresentou o projeto de resolução que deu origem à medida.

Em comunicado enviado à imprensa, a CMM argumenta que devido a pandemia do coronavírus em Manaus, as reuniões do Legislativo Municipal se tornaram fundamentais para tomar decisões em defesa da saúde da população.

“Não há motivos para quebrarmos a sequência de medidas tomadas desde março, quando precisamos interromper as atividades presenciais da Câmara, para o enfrentamento direto à Covid-19”, explicou o presidente da Câmara, vereador Joelson Silva.

“Os vereadores compreenderam isso e votaram pela aprovação do projeto, até porque não pararam de trabalhar durante a pandemia, inclusive, aqueles que foram acometidos pela doença”, acrescentou o presidente.

Nos próximos dias, a Assembleia Legislativa do Amazonas também deve votar o projeto que suspende o recesso parlamentar de 15 dias no Legislativo Estadual. A proposta foi apresentada pelo deputado estadual Belarmino Lins e foi bem recebida pela maioria dos parlamentares.