Visitar Veneza, um dos principais destinos de turismo da Itália, vai ficar mais caro a partir do ano que vem. Os turistas que desejarem fazer apenas bate e volta na cidade, ou seja sem pernoitar por lá, terão de pagar uma nova taxa de entrada e agendar a visita com antecedência.

Nova taxa de entrada em Veneza

A taxa de entrada está estimada entre $ 3,52 e $ 11,73, algo entre R$ 20 e R$ 70 no câmbio de hoje, variando de acordo com a temporada da visita. O projeto prevê também a instalação de catracas eletrônicas nos acessos ao centro histórico de Veneza para controlar o acesso de turistas.
Atualmente, os viajantes que pernoitam na cidade já pagam uma taxa de estadia de até 5 euros por dia. Com a mudança, quem quiser fazer bate e volta também terá de pagar. Ficarão isentos da cobrança os hóspedes de propriedades na região e crianças menores de seis anos.

Segundo o jornal italiano La Stampa, as novas medidas entram em vigor já no verão do ano que vem, em uma tentativa de evitar que grandes grupos de turistas invadam a cidade.
Até 80 mil pessoas por dia têm visitado recentemente Veneza, que luta há anos contra o excesso de turistas. Em 2017, cerca de 2 mil moradores protestaram contra o impacto disso em suas casas, reclamando das grandes multidões que causam congestionamento nas ruas estreitas da cidade e aumentam o tráfego nos famosos canais.
A medida de cobrar entrada já vem sendo prometida pela prefeitura há vários anos e ia entrar em vigor em 2019, mas teve de ser adiada por causa da pandemia do novo coronavírus.

Fonte: Melhores Destinos