Apesar de muita gente guardar estes produtos na geladeira, eles não precisam de refrigeração.

A não ser que você seja mega privilegiado, caso cozinhe, sua geladeira é sempre um jogo de Tetris para conseguir comportar tudo que guarda nela. Mas o que pouca gente sabe é que muito do que guardamos nela não necessariamente precisa estar lá. Faço um adendo: tudo se conserva melhor na temperatura de 4ºC, que é a deste tão útil eletrodoméstico. Porém, alguns itens aguentam ser esquecidos do lado de fora ou deixados lá por um ou dois dias enquanto outros que precisam mais estão ocupando espaço.

Outra coisa importante de reforçar é que a conservação deve ser sempre em local arejado e sem incidência direta de luz. Conheça os mais comuns.

Mel

O mel é um produto com tanto, mas tanto açúcar (e tão pouca água) que os microrganismos não conseguem se desenvolver bem nele. Sinta-se a vontade para deixá-lo sempre fora da geladeira sem preocupação. Siga a validade da embalagem, entretanto. Há a lenda urbana de que ele não estraga e isso não é verdade. E caso o mel venha a cristalizar, basta deixar uns minutinhos em banho-maria.

Mostarda e ketchup

São dois condimentos extremamente ácidos, portanto resistem bem fora da geladeira. É mais recomendado que os acondicione lá, de preferência, mas como se vê em lanchonetes, basta mantê-los em local arejado e sem incidência de sol. Embora não desenvolva microrganismos facilmente, algumas reações podem deixá-los impróprios para consumo ou com sabor desagradável.

Shoyu

Esse pode ficar sempre fora da geladeira. A quantidade de sódio é muito alta, impossibilitando que desenvolva qualquer tipo de microrganismo. É muito difícil que o molho de soja desenvolva algum problema se mantido fora da geladeira.

Molhos de pimenta

O molho tipo Tabasco é cerca de três vezes mais ácido que vinagre, ou seja, mais que suficiente para impedir a proliferação de microrganismos. A alta concentração de capsaicina (o que faz a pimenta arder) ainda é bactericida e antioxidante, conservando melhor o seu molho. Não é coincidência que vários restaurantes tenham potes e mais potes de conserva de pimenta em suas prateleiras expostas.

Azeite

Muito me surpreendeu quando descobri que algumas pessoas tem hábito de armazená-lo refrigerado. O azeite é um meio de conserva, inclusive. Mantenha-o fora da geladeira que ele conservará todas as suas propriedades perfeitamente. Fora que se não estiver bem armazenado, tem a tendência de absorver os aromas da geladeira.

Café

Esse, inclusive, é melhor manter fora da geladeira, pois a tendência de que seu pó absorva os aromas dos alimentos que estão com ele é bem grande. Fora o conhecido “aroma de geladeira” que pode impregnar o café.

Pasta de amendoim

Pelo alto teor de gordura, não é necessário manter dentro da geladeira. Fora que sua textura fica muito grossa para uso imediato. O ideal é conservar em um armário.

Compotas, geleias e picles

Esses três itens foram criados com um propósito: durar bastante tempo sem refrigeração, logo, podem ser mantidos fora da geladeira.
Mas um cuidado: costumamos usar a mesma faca para mergulhar na geleia/compota e depois passar no pão e repetir o processo. Nessa brincadeira, podemos levar pedacinho do pão para a superfície da geleia e, nesses invisíveis pedaços, desenvolver mofo no pote.

Fonte: Metrópoles