Pular etapas pode sabotar seus resultados. Segundo especialista, “a pressa é inimiga da definição”. Veja todas as recomendações.

A receita para eliminar gordura sem perder massa muscular é algo que diversas pessoas gostariam de saber. No entanto, a triste notícia é que a conquista desses dois objetivos, em conjunto, depende de inúmeros fatores. E, para piorar, um tende a inviabilizar o outro.

Para eliminar gordura não tem segredo. Basta manter o organismo em déficit calórico, ou seja, gastar mais energia do que se consome. O grande problema, porém, é que para atingir a hipertrofia é necessário consumir uma grande quantidade de nutrientes. Algo que, consequentemente, eleva a ingestão de calorias e torna-se contraproducente dentro de um plano de emagrecimento.
Por isso, é extremamente complexo conseguir emagrecer e ganhar massa muscular ao mesmo tempo. Mas, manter os músculos enquanto se elimina gordura é totalmente possível.

Paciência é o segredo para eliminar gordura sem perder massa muscular

“Temos que lembrar que a perda de massa muscular em um processo de cutting [perder gordura] pode acontecer, mas não é muito comum em indivíduos que fazem o processo bem feito. Uma frase que eu tenho muito orgulho de ter inventado é: a pressa é inimiga da definição”, conta o treinador e assessor esportivo, Leandro Twin.
Isso significa que grande parte das pessoas que fracassam na missão de eliminar gordura sem perder massa muscular, provavelmente, não tiveram a paciência necessária.
“Caso tente fazer o processo de ganho de peso muito rápido você vai perder sua qualidade muscular. E se você tentar secar muito rápido, também. Apesar da gordura ir embora a massa muscular também vai. Você fica igual, só que em proporções menores, o que é totalmente desinteressante”, analisa o especialista.

Dessa maneira, com a ajuda de Twin, separamos algumas atitudes fundamentais para conseguir eliminar gordura sem perder massa muscular. São elas:

  • Não exagere no déficit calórico;
  • Certifique-se de consumir as quantidades ideais de proteínas, carboidratos e gorduras;
  • Evite realizar muitos exercícios aeróbicos de início (2h por semana é a recomendação);
  • Aumente a intensidade do treino e da dieta de maneira gradativa;
  • Diminua o uso de termogênicos;
  • Diga não para a pressa;
  • Aposte na constância.

“Provavelmente, você não vai perder 3kg, 4kg ou 5kg na primeira semana, mas é exatamente isso o que queremos. Não queremos agressividade e sim uma constância no déficit calórico. Quanto menos a gente come, menos o nosso metabolismo se torna eficiente, então temos que continuar descendo as calorias para não estagnar”, finaliza Twin.

Fonte: Sport Life